Um caça russo foi abatido este sábado na Síria, numa zona controlada pelos rebeldes na província de Idlib.

O governo russo disse que o piloto ejetou-se, aterrou com vida numa zona controlada por jihadistas ligados à Al Qaeda, mas acabou por morrer em combates com estes guerrilheiros.

Nas redes sociais foi divulgado um vídeo que mostra o aparelho, um Sukhoi-25, a ser atingido e a explodir.

O piloto teve tempo de informar que se tinha ejetado numa área controlada por militantes da Jabhat al-Nusra. Durante a batalha com os terroristas, o piloto foi assassinado", informou o ministério da Defesa russo. 

O governo sírio, aliado da Rússia, lançou uma grande ofensiva contra os grupos rebeldes em Idlib, em dezembro.

Segundo os grupos de monitorização, nas últimas 24 horas registaram-se dezenas de ataques aéreos realizados por aparelhos russos nesta província.