A Scotland Yard anunciou, neste sábad, estar a investigar a denúncia de que um pirata informático estaria a tentar vender 3.000 fotografias roubadas da conta iCloud de Pippa Middleton, cunhada do príncipe William.

Segundo noticiam hoje os tabloides The Sun e Daily Mail, um vendedor anónimo ofereceu-se, através de mensagens codificadas de WhatsApp, para vender a alguns meios de comunicação britânicos fotografias do príncipe, da sua mulher Kate Middleton e dos filhos de ambos, George e Charlotte, entre outras.

Segundo os jornais, ‘hackers’ informáticos teriam roubado cerca de 3.000 fotografias pessoais do álbum de Pippa Middleton, entre as quais imagens de vestidos de noiva e festas privadas.

O vendedor anónimo pretendia vender as fotos aos media britânicos ou norte-americanos por 50.000 libras (57.758 euros).

Pippa Middleton, de 33 anos, é a irmã mais nova da duquesa de Cambridge e ficou famosa depois de surgir como dama de honra no casamento de Kate com o príncipe William em 2011.