O submarino alemão da I Guerra Mundial, ocorrida entre 1914 e 1918, foi encontrado ao largo da cidade belga de Ostende, no mar do Norte, a cerca de 27 metros de profundidade. As autoridades admitem como fortemente possível que no seu interior possam estar os restos mortais de 23 marinheiros alemães que terão morrido quando o engenho militar se afundou.

As autoridades belgas não revelaram a localização exata do submarino, para evitar mergulhos de curiosos e de caçadores de tesouros subaquáticos. Comunicaram entretanto o achado ao embaixador alemão em Bruxelas, de forma a que possam ser identificados previamente os marinheiros que estariam a bordo.

O submarino alemão é do tipo U-Boat II. Segundo relata a imprensa europeia, nada foi adiantado como a causa provável que levou ao afundamento do submarino, sendo de admitir que possa ter sido uma mina ou fogo da aviação britânica.

Segundo refere o jornal britânico The Telegraph, os torpedos do submarino estão no seu lugar e o vaso de guerra tem as escotilhas estão fechadas, o que sugere que os marinheiros terão morrido, retidos no interior.

As imagens disponibilizadas não permitem identificar o número do U-Boot. Sabe-se apenas que o submarino tem 27 metros de comprimento e seis de largura.