Simpatizantes do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez começaram na sexta-feira a recolher um milhão de assinaturas para pedir ao Ministério Público (MP) uma investigação sobre as causas da morte do líder socialista.

«Queremos que se saiba que o povo não se conformou e exige justiça para Chávez», afirmou a presidente da Comissão de Família da Assembleia Nacional (parlamento), Maria León.

A deputada, que lidera a recolha de assinaturas, explicou aos jornalistas que pretende que a investigação «se transforme numa ação prioritária« para as autoridades venezuelanas, esperando que o MP consiga esclarecer as causas que originaram a doença (cancro) e posterior falecimento do ex-presidente venezuelano.

«O movimento popular, o povo, as suas mulheres e homens, estamos em pé nesta mobilização nacional», disse a deputada em conferência de imprensa, na qual participaram também representantes da Coordenadora Nacional de Médicas e Médicos Socialistas da Venezuela.