O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hossein Amir-Abdollahian, rejeitou esta terça-feira as declarações do chefe da diplomacia saudita que defendeu, na véspera, que o Irão deveria retirar as suas forças de «ocupação» da Síria a fim de contribuir para uma resolução o conflito.

«A República Islâmica do Irão é o mais importante país da região envolvido na luta contra o terrorismo. O Irão ajuda os governos e os povos iraquianos e sírios a combater o terrorismo no quadro das regras internacionais», declarou, citado pela televisão estatal.

«Nós aconselhamos a Arábia Saudita a prestar atenção aos complôs dos inimigos da região (…) e a desempenhar um papel positivo», frisou.