O Senado norte-americano aprovou terça-feira por unanimidade a nomeação do primeiro juiz negro e homossexual do país, e confirmou uma magistrada lésbica e negra e um juiz hispano para um Tribunal Federal em Washington.

Com o pleno dos 98 votos, o Senado aprovou a designação de Darrin Gayles para o tribunal federal do distrito sul da Florida, o que representa a primeira vez que o homem negro, abertamente homossexual, assume o cargo judicial federal de caracter vitalício.

Os senadores aprovaram também por 52 votos a favor e 44 contra a nomeação de Staci Yandle, uma mulher negra e assumidamente lésbica, para um tribunal federal do distrito sul de Illinois.