Três crianças, a mãe e uma tia foram mortas durante um tiroteio em Cleveland, nos Estados Unidos da América, revelou esta sexta-feira a polícia que procura o pai de algumas das vítimas, noticia a Lusa.

Inicialmente, a polícia indicou que as vítimas eram quatro crianças e uma mulher que podia ser a mãe. Uma criança ficou também ferida e foi hospitalizada, precisaram as autoridades.

De manhã cedo, viaturas da polícia isolaram um bairro de Cleveland e um helicóptero sobrevoou a zona a fim de encontrar o suspeito, identificado como Davon Crawford, 33 anos.

As vítimas são gémeos de 2 anos, uma menina de 4, a mãe de 25 anos, Rose Stevens, e a irmã desta última de 30 anos, Lechea Crawford, segundo a polícia, que disse ter recebido informações segundo as quais Davon Crawford e Lechea Crawford terão casado segunda-feira.

«Pelo que percebi, ele [Crawford] é o pai de algumas das crianças», declarou Thomas Stacho, da polícia de Cleveland.

De acordo com as forças da ordem, uma criança fugiu da casa onde rebentou o tiroteio quinta-feira à noite cerca das 20:00 locais (1:00 de hoje em Lisboa) para pedir auxílio. Quando os polícias chegaram, o suspeito já tinha fugido a pé.

A criança que fugiu da casa «não foi atingida a tiro mas não porque ele não tenha tentado», indicou o chefe da polícia local Michael McGrath.

«Por agora, parece que o que está na origem desta tragédia é uma questão familiar», acrescentou.

O suspeito vivia num duplex com a mulher, o seu bebé de dois meses, a cunhada e outras seis crianças.

O suspeito já tinha estado envolvido em casos de violência. Uma delas, que envolveu armas de fogo e crianças, valeu-lhe uma pena de prisão em 2002, noticia o Plains-Dealer.