A polícia inglesa deteve o suspeito de um crime que aconteceu há mais de 20 anos em Norfolk. O indivíduo, na casa dos 40 anos, foi preso depois de uma investigação o ter relacionado com a morte de Johanna Young, na altura com 14 anos, que desapareceu da casa em que morava, em Watton, a 23 de dezembro de 1992.

«O homem permanece sob custódia e a investigação continua», afirma um porta-voz da polícia de Norfolk, citado pela Sky News.

O corpo da adolescente foi encontrado em 1992, perto do Natal, num lago em Norfolk, coberto de arranhões e parcialmente vestido. A autópsia, efetuada na altura, revelou que a jovem morreu por afogamento, além de apresentar uma fratura no crânio. Os pais alertaram as autoridades por volta das 06:00, da antevéspera de Natal, quando repararam que a rapariga não estava em casa.

A detenção do suspeito acontece agora, depois de, em 2013, os pais de Johanna Young terem renovado o apelo para que o caso fosse «encerrado».