O chefe da polícia de Ciudad Delgado, Hugo Salinas, confirmou o assassínio do condutor de um minibus, enquanto estava ao volante: “A única informação que temos é que foram três indivíduos que dispararam contra o condutor e puseram-se logo em fuga”.

Este é o quinto assassínio de condutores de autocarros em 24 horas, numa altura em que El Salvador é palco de uma greve de transportes públicos, ordenada por gangues que ameaçaram de morte os profissionais que não acatem a medida.