O gestor financeiro que criou o fundo especulativo Wainscott Capital Partners foi assassinado este domingo no seu apartamento em Manhattan, anunciou a polícia de Nova Iorque.

De acordo com os meios de comunicação norte-americanos, citados pela AFP, Thomas Gilbert, de 70 anos, foi baleado pelo seu filho durante uma discussão.

Citando fontes policiais, o jornal Wall Street Journal indicou que o gestor financeiro foi atingido com uma bala na cabeça por homem jovem que será o seu filho.

Foi a mãe do jovem de 30 anos que chamou os serviços de urgência depois de encontrar Thomas Gilbert no seu quarto com uma arma ao lado, diz o Wall Street Journal.

O New York Post, também citando fontes oficiais, escreve que o gestor foi morto no seguimento de uma disputa com o filho que fugiu do local.

Um porta-voz da polícia disse à AFP que o homem está agora a ser procurado pelas autoridades.