A polícia de Edmonton no Canadá disse, esta quarta-feira, que a morte de oito pessoas por um homem, na segunda-feira à noite, está relacionada com um «caso extremo de violência doméstica"»

Seis adultos, com idades entre os 25 e os 50 anos, e duas crianças com menos de 10 anos, foram encontrados sem vida em duas residências diferentes na segunda-feira à noite (madrugada de terça-feira em Portugal) e terão sido assassinadas por um homem, que depois se suicidou.

O alegado atirador, com registo criminal de 1987, utilizou uma arma roubada, adiantou esta quarta-feira o chefe da polícia de Edmonton, Rod Knecht, acrescentando que se tratou de um «caso extremo de violência doméstica».

O homem, que se suspeita ser o autor dos crimes, foi encontrado morto, por suicídio, num restaurante na cidade vizinha de Fort Saskatchewan, na terça-feira de manhã, esclareceu a polícia.

«Foi caótico. É horrível», afirmou Rod Knecht em conferência de imprensa, adiantando que em 39 anos de serviço, nunca viu «nada parecido».