Uma freira de origem austríaca, de 86 anos, foi provavelmente violada antes de ser assassinada num convento no leste da África do Sul, indicou hoje a polícia local.

A irmã Gertrud Tiefebacher foi encontrada morta no sábado no seu quarto, no convento do Sagrado Coração em Ixopo, uma localidade a sudoeste de Durban. As suas mãos foram amarradas com o fio elétrico de uma máquina de escrever e foi sufocada com uma toalha, segundo a polícia, que disse ainda que desapareceu dinheiro.

«Pensamos que a vítima foi violada antes de ser morta», indicou num comunicado o chefe da polícia regional Mmanonnye Ngobeni, qualificando o assassinato de «bárbaro».