Mãe mata as duas filhas adolescentes

Cenário trágico encontrado em bairro de São Paulo, no Brasil

Por: tvi24 / CLC    |   16 de Setembro de 2013 às 10:35
Uma agente imobiliária de 53 anos é a principal suspeita de ter causado a morte a duas filhas adolescentes. Os crimes ocorreram em São Paulo, este fim-de-semana, e a mulher está agora a ser alvo de uma avaliação psicológica.

Este sábado, a polícia foi chamada à casa onde habitava a família depois de ter sido alertada para uma fuga de gás. Ao chegar, encontrou as duas jovens de 13 e 14 anos já sem vida e com o corpos já em decomposição.

A mãe terá regado o próprio corpo com gasolina, mas sobreviveu à intoxicação e já terá confessado o crime às autoridades.

As adolescentes foram encontradas deitadas cada uma delas num beliche, no quarto que estava «revirado» e com fezes animais. No andar superior da casa foi também encontrado um cão morto com um saco plástico amarrado na cabeça.
PUB
Partilhar
EM BAIXO: Gás (arquivo)
Gás (arquivo)
COMENTÁRIOS

PUB
Ministro enfrenta novas demissões de chefes de urgências

Chefes da Urgência do Hospital do Litoral Alentejano demitem-se. Médicos apontam uma «degradação contínua das condições de trabalho no Serviço de Urgência» e recusam continuar à frente do serviço. Conselho de Administração já reagiu e «recusa a existência de falta de material, bem como a alegada degradação do serviço». Depois dos chefes das urgências do Garcia de Orta, dos diretores de serviço do Amadora-Sintra e do diretor do Santa Maria, esta é a quarta saída de dirigentes hospitalares