Duas irmãs de 15 meses morreram depois de terem sido deixadas dentro de um carro, à porta de casa, na cidade de Carrol County, no estado norte-americano da Geórgia. As gémeas Ariel e Alaynah North ainda foram retiradas da viatura com vida, mas acabaram por morrer a caminho do hospital.

Segundo a CNN, o pai esqueceu-se das crianças dentro do carro e quando se apercebeu do sucedido, retirou-as da viatura e colocou-as numa piscina para baixar a temperatura corporal.

Alguns vizinhos aperceberam-se da gravidade da situação e tentaram ajudar, colocando cubos de gelo junto das irmãs.

As autoridades atribuíram a culpa ao pai, visto que a mãe não se encontrava no local, por ter ido visitar um familiar ao hospital. O único detido, de 24 anos, está sujeito a acusações de homicídio involuntário e conduta imprudente. O carro encontra-se também na posse das autoridades.

De acordo com a organização “KidAndCars”, que promove a segurança das crianças nas viaturas, só este ano morreram 24 crianças por ficarem expostas a temperaturas elevadas dentro de carros.

A média anual de mortes como as de Ariel e Alaynah é de 37, desde 1998, sendo que em 2010, 49 crianças morreram depois de serem esquecidas dentro de carros, o maior número registado.