Um fotógrafo belga está hospitalizado depois de ter levado com uma descarga de mais de 1500 litros de água de um avião de combate a incêndios. O homem sofreu vários traumatismos e o estado é considerado grave.

Bruno Brokken, de 51 anos, resolveu aderir aos banhos públicos, a favor da Associação de Esclerose Amiotrófica, de uma forma original que lhe podia ter custado a vida.

Segundo o «New York Daily News», o fotógrafo combinou com um amigo e piloto do aeródromo de Empuriabrava, perto de Girona, Espanha, para realizar o «banho» com a água de um avião de combate a incêndios.

Combinada a aventura, o piloto usou toda a sua experiência ao comando da aeronave para sobrevoar Brokken a cerca de sete metros da sua cabeça para largar o depósito abastecido com mais de 1500 litros de água.

À chegada ao hospital Josep Trueta, os médicos que assistiram Brokken disseram que o seu estado é crítico e não sabem se o homem vai recuperar na totalidade visto ter sofrido várias lesões internas.

No aeródromo dizem que os amigos já estariam a combinar a proeza desde o início do mês. A polícia da Catalunha abriu um inquérito para apurar o que aconteceu.