O anúncio surgiu um dia depois de a Turquia ter abatido um bombardeiro russo, alegando que aquele foi avisado que estava já no espaço aéreo turco.