Hillary Clinton venceu as primárias democratas no estado do Nevada e Donald Trump venceu as primárias republicanas na Carolina do Sul, segundo as projeções divulgadas pela imprensa norte-americana.

Com 88% dos votos contados, a aspirante a candidata pelos democratas venceu com 52,6% dos votos, enquanto o rival Bernie Sanders conseguiu 47,4%.

Um resultado que ficará aquém do desejado, uma vez que Hillary, muito popular neste estado entre as minorias, estaria à espera de uma vitória mais folgada.

A aspirante a candidata agradeceu aos apoiantes, afirmando que nunca duvidou da vitória. Afirmou que os norte-americanos precisam de "soluções reais", vincando que é preciso haver um plano para os bancos e um aumento para a classe média.

"Alguns duvidaram de nós, mas nós nunca duvidamos. Esta é a nossa campanha."

 

A candidata aproveitou ainda para fazer um apelo aos apoiantes, pedindo, no Twitter, donativos para a campanha.

Do lado dos republicanos, que votaram no estado da Carolina do Sul, Donald Trump venceu estas primárias com 32,5% dos votos. Com 99% dos votos contados, Marco Rubio (22,5%) e Ted Cruz (22,3%) ficaram muito próximos na disputa pelo segundo lugar.

O magnata norte-americano, que partiu como favorito para estas primárias, agradeceu aos apoiantes na Carolina do Sul, ao lado da mulher, Melania, e da filha, Ivanka. Numa mensagem partilhada no Twitter, voltou a agradecer a este estado norte-americano.

Perante estes resultados, o aspirante republicano à Casa Branca Jeb Bush anunciou a retirada da sua candidatura à presidência dos EUA.

“Esta noite suspendo a minha campanha”, disse Jeb Bush aos seus apoiantes, muito emocionado após a votação na Carolina do Sul.

No Iowa, o primeiro estado a votar a 1 de fevereiro, Jeb Bush ficou em sexto lugar, com menos de 3% dos votos. No New Hampshire, a 9 de fevereiro, foi o quarto mais votado, com 11%, e, este sábado, na Carolina do Sul, repetiu a mesma posição.