A ex-secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, aceitou hoje a nomeação como candidata presidencial pelo Partido Democrata, tornando-se na primeira mulher a ser nomeada candidata à Casa Branca.

Por isso, meus amigos, é com humildade, determinação e confiança ilimitada nas promessas da América, que aceito a vossa nomeação para Presidente dos Estados Unidos", disse a antiga primeira-dama sob aplauso dos participantes convenção nacional do Partido Democrata, em Filadélfia.

Foi Chelsea Clinton quem apresentou a mãe e a sua “heroína” devolveu o orgulho sentido na filha, no genro, Marc Mezvinsky, e nos netos, Charlotte e Aidan, e não esqueceu o marido.

E Bill, aquela conversa que começámos na biblioteca de Direito há 45 anos, continua forte. Sabes, aquela conversa prolongou-se nos bons momentos, que nos encheram de alegria, e nos maus momentos, que foram um teste para nós. E eu ainda tenho alguma coisa a dizer”, afirmou, para euforia dos presentes.

Hillary Clinton, 68 anos, agradeceu também ao antigo rival nas primárias democratas e aos seus apoiantes.

Quero agradecer a Bernie Sanders e a todos os apoiantes aqui e em todo o país, quero que saibam que vos ouvi."

Igualmente Donald Trump não foi esquecido no discurso. Hillary prometeu ser Presidente de “todos” os norte-americanos e de “curar as divisões no país”.

Disse também que o candidato republicano “não sabe mais do que os generais sobre o Estado Islâmico”, como o próprio afirmou, e que, por todos os motivos e mais alguns, “não se lhe pode confiar um arsenal nuclear”.

Pensam mesmo que Donald Trump tem o temperamento desejável para ser Comandante Supremo das Forças Armadas? Ele perde as estribeiras à mais pequena provocação. Imaginem, se se atreverem, imaginem, imaginem-no na Sala Oval a enfrentar uma verdadeira crise. Um homem que se deixa provocar com um simples tweet não é um homem a quem possamos confiar as armas nucleares."

Admitiu que os americanos possam estar “frustrados” com a economia, mas é seu mandamento “construir uma economia na qual todos os que querem ter um emprego bem pago possam encontrar um".

Donald Trump não oferece uma mudança real. Ele oferece promessas vazias. E nós, o que oferecemos? Uma agenda arrojada para melhorar as vidas das pessoas no nosso país. Para vos dar segurança, para vos dar bons empregos e para dar aos vossos filhos as oportunidades que eles merecem. A escolha é clara, meus amigos!"

Apoiantes e adversários de Hillary Clinton, incluindo o presidente dos EUA e o republicano Donald Trump, reagiram no Twitter ao discurso da candidata democrata.

Grande discurso. Ela está testada. Ela nunca desiste. É por isso que Hillary Clinton deve ser a nossa próxima Presidente dos Estados Unidos”, escreveu na rede social o Presidente Barack Obama.

Já o candidato republicano às eleições presidenciais de 8 de novembro, Donald Trump, disse que “ninguém tem pior julgamento do que Hillary Clinton – a corrupção e devastação segue-a para onde quer que ela vá”.