“Eu gostava de ter tirado mais alguns segundos ao meu recorde pessoal. Durante os treinos consegui só 36 segundos”, disse Miyazaki, em declarações aos jornalistas.

Demorou 42.22 segundos a fazer os 100 metros. O seu recorde pessoal era de 34.10, alcançado quando tinha a provecta idade de 103 anos. Até agora, nenhum centenário consegui alcançar tão boa marca.

 

Miyazaki atravessou já as duas Grandes Guerras. Só começou a dedicar-se ao atletismo já depois dos 90 anos. Agora, diz que o segredo é fazer exercício todos os dias, sem exceção, e é conhecido como “Golden Bolt”, por imitar as poses do campeão. Ainda não perdeu a esperança de desafiar o homem mais rápido do mundo para uma corridinha, conta a Agência Reuters.