O antigo presidente dos Estados Unidos George H. W. Bush pediu desculpa, esta quarta-feira, depois de uma atriz o ter acusado de assédio sexual. Em causa está um incidente que ocorreu há quatro anos, durante a promoção de uma série de televisão.

A atriz norte-americana Heather Lind, de 34 anos, foi quem acusou Bush, de 93, de “assédio sexual”, através de um longo texto que partilhou no Instagram. Segundo Lind, o incidente ocorreu há quatro anos, durante a estreia da série “Turn: Washington Spies”, em que a atriz participou.

Nessa publicação do Instagram, que entretanto já foi apagada, a atriz revelou que, antes da sessão propriamente dita, ela e outros atores do elenco posaram ao lado de Bush para uma fotografia. E enquanto a foto estava a ser tirada, o antigo presidente apalpou-a.

Quando tive a oportunidade de conhecer George H. W. Bush, há quatro anos, para promover uma série de televisão em que estava a trabalhar, ele assediou-me enquanto posava para uma foto. Ele não apertou a minha mão. Ele apalpou-me, por trás, a partir da sua cadeira de rodas, e com a mulher, Barbara Bush, ao lado. Ele disse-me uma piada porca”, escreveu Lind.

Mais, a atriz escreveu que o presidente a apalpou não apenas uma vez, mas duas. E que a mulher, Barbara Bush, revirou os olhos perante o sucedido.

E depois, enquanto estávamos a ser fotografados, voltou a apalpar-me. A Barbara revirou os olhos como se quisesse dizer 'outra vez não'. O seu segurança disse-me que não devia ter ficado ao lado dele para a foto.”

O Daily Mail, que avançou a história, questionou o antigo presidente norte-americano sobre o caso. Um porta-voz de Bush respondeu, num comunicado enviado para o jornal, que “o presidente pede desculpa se o seu humor ofendeu” a atriz.

O presidente Bush nunca, em qualquer circunstância, quis causar problemas e pede desculpas sinceras se o seu humor ofendeu a senhora Lind.”

George H. W. Bush foi presidente dos Estados Unidos entre 1989 e 1993 e é pai do também antigo presidente George W. Bush.

O republicano sofre de uma forma da doença de Parkinson que o impossibilita de andar.

Nos últimos anos, o estado de saúde frágil tem mantido o 41.º presidente norte-americano longe de eventos oficiais. De resto, este ano, Bush já foi internado por duas vezes.