Depois da tempestade, vem a bonança. Ou talvez não. Para um morador de Houston, regressar a casa depois do furacão Harvey foi tudo menos tranquilo. Tudo porque à sua espera, na sala de estar, estava... um jacaré de 2,74 metros de comprimento.

A imagem do animal na sala de família foi partilhada pela polícia de Houston nas redes sociais. Segundo as autoridades, o animal entrou na casa durante as cheias e teve de ser resgatado por funcionários do departamento de proteção da vida selvagem.

Em breve, será devolvido ao seu habitat natural", garantiram as autoridades.

 

Para além deste jacaré, veados, guaxinins, jacarés e cobras são outras espécies que têm sido avistadas em locais invulgares na área metropolitana de Houston devido ao furacão.

Segundo Chris Stephens, caçador de répteis, em declarações ao The Guardian, os animais estão também a sentir os efeitos do Harvey. No caso dos jacarés, estes não toleram, durante muito tempo, o movimento rápido das águas e tentam refugiar-se em locais com águas paradas. À medida que o nível das águas começarem a descer, os animais regressam ao seu habitat natural.

Não são propriamente agressivos. Estão apenas desajolados, também são refugiados do furacão. Estão desorientados e chateados”, acrescentou.

Este não é o primeiro jacaré a ser encontrado na cidade. Em Missouri City, no Texas, uma mulher avistou dois jacarés no quintal.