O DNA retirado do corpo de Hannah Witheridge coincide com o de dois homens asiáticos, revelou a polícia tailandesa, de acordo com a Sky News.

No entanto, as autoridades ainda não conseguiram descobrir se o assassino continua na ilha de Koh Tao, onde David Miller e Hanna Witheridge foram encontrados mortos.

«O chefe da polícia da Tailândia confirmou que o DNA de dois homens foi encontrado no corpo de Hannah e que os dois foram analisados e confirmou que as duas amostras são de dois homens asiáticos», revelou o correspondente da Sky, Jonathan Samuels em Koh Tao.

O DNA foi recolhido numa ponta de cigarro e do sémen encontrado em Hannah Witheridge. As autoridades afirmam que o cigarro foi fumado por mais de uma pessoa.

De acordo com o chefe da polícia de Kissana, a polícia ainda não sabe o número exato de suspeitos e confirmou que procura dois suspeitos do sexo masculino e feminino.

A mesma fonte afirmou ainda que os relatos do FBI estão incorretos, mas que contam com assistência britânica.