Cerca de 60 pessoas morreram este sábado em bombardeamentos e combates entre as topas governamentais sírias e o grupo terrorista Estado Islâmico na província de Hama, anunciou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH).

De acordo com esta organização não-governamental, morreram 21 membros do lado das fileiras governamentais e 38 membros do EI, além de haver dezenas de feridos em ambos os lados do conflito.

Os combates agudizaram-se depois da explosão de três veículos armadilhados pelo EI.

O grupo lançou um contra-ataque ao Exército, depois de este ter acentuado as operações militares na província de Hama, no centro do país.