Um bombista suicida matou, este domingo, 31 pessoas em Hama, Síria, ao fazer explodir um camião carregado de explosivos num ponto de controlo do exército na cidade, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

«Pelo menos 31 pessoas, incluindo tropas do regime, foram mortas quando um homem detonou um camião cheio de explosivos num ponto de controlo perto de uma empresa de veículos agrícolas na estrada que liga Hama a Salamiyeh», informou a organização não-governamental.

A organização, sediada em Londres, admitiu que o número de vítimas possa aumentar, já que «há dezenas de feridos, alguns deles em estado crítico».