Foi detido pela polícia federal norte-americana FBI, o jovem que ajudou a travar o ataque informático à escala global, WannaCry, que começou a espalhar-se em maio.

Marcus Hutchins, de 23 anos, é suspeito de estar envolvido na criação de outros softwares maliciosos para atingir contas bancárias.

O investigador em cibersegurança britânico foi detido na semana passada, no aeroporto de Las Vegas, quando se preparava para deixar os Estados Unidos, depois de participar na maior conferência sobre pirataria informática do mundo.

Hutchins é acusado de ter ajudado a criar e espalhar o vírus kronos entre 2014 e 2015. Através de anexos em mails, este software malicioso permitia o roubo de dados como passwords de contas bancárias online.

Marcus Hutchins tornou-se conhecido por ter travado o ataque informático que infetou centenas de milhares de computadores em cerca de 150 países, entre maio e junho. O WannaCry foi usado para roubar informação e recolher milhares de euros em resgates desses mesmos dados.