De acordo com um ranking de habitabilidade global do «The Economist», Melbourne é, pela terceira vez, considerada a cidade mais habitável da Terra.

As cidades do topo da lista mantiveram-se semelhantes ao ano passado, com as australianas e neozelandesas a dominarem os primeiros dez lugares. Cidades canadianas também estão no top 10.

No ranking, 28 cidades baixaram a sua posição com mudanças negativas na habitabilidade, provocadas por «contribuições da guerra civil, como a Primavera Árabe, a austeridade europeia e o descontentamento chinês», cita a CNN.

A cidade de Viena está em segundo na lista, Vancouver e Toronto em terceiro e quarto. Calgary e a cidade australiana Adelaide vêm em quinto e sexto respetivamente.

Os lugares de topo são na maioria «cidades de médio porte em países mais ricos, com uma densidade populacional relativamente baixa», diz o estudo do «The Economist».

Na base da lista, devido ao conflito a decorrer na Síria, está a cidade de Damasco, acompanhada por Teerão, Douala nos Camarões, Tripoli, Karachi, Harare, Lagos, Port Moresby na Papua Nova Guiné, e Daca no Bangladesh.

Um total de 140 cidades foi analisado de acordo com cinco categorias: estabilidade, saúde, cultura e ambiente, educação e infraestruturas. As pontuações em cada categoria e subcategoria dão um resultado de um a 100, onde o mais baixo é considerado inabitável e 100 o ideal.