O ministro holandês dos Negócios Estrangeiros, Bert Koenders, congratulou-se pela “boa notícia” da libertação de dois jornalistas holandeses, sequestrados na segunda-feira na Colômbia, pelo Exército de Libertação Nacional (ELN).

O jornalista Derk Johannes Bolt, de 62 anos, e o seu operador de câmara Eugénio Ernest Marie Follender, de 58 anos, “estão bem, tendo em conta as circunstâncias”, afirmou Bert Koenders num comunicado, agradecendo ao governo colombiano.

O ELN libertou na manhã de sábado os dois jornalistas holandeses sequestrados no nordeste da Colômbia, anunciaram, pelo seu lado, os serviços do Provedor de Justiça do povo colombiano.