O grupo radical autodesignado por Estado Islâmico (EI) anunciou a morte de um filho do seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, num atentado suicida, informou o sítio especializado em informação sobre terrorismo SITE.

A morte do filho de Al-Baghdadi foi anunciada pelo grupo do EI que opera na província síria de Homs, conforme a informação colocada pelo SITE na internet na terça-feira à noite.

Houdhayfah al-Badri (Deus tenha a sua alma) o filho do califa (…) foi morto num ataque contra os Nussayriyyah e os russos numa central elétrica na província de Homs”, anunciou o grupo, em comunicado publicado pelas cadeias Télégram, utilizadas pelo seu órgão de propaganda.

O termo Nussayriyyah é utilizado pelo grupo para se referir à comunidade alauita, da qual é originário Bachar al-Assad.

O líder do EI, cujo nome é Ibrahim Awad Ali Al Badri Al Samarrai, proclamou, em junho de 2014, um califado na Síria e no Iraque.

Alguns serviços de informações ocidentais situam-no algures na Líbia.

Al-Baghdadi teria tido quatro filhos da sua primeira mulher e um outro da segunda, segundo as autoridades.