O debate sobre a «falsa pandemia» da gripe A, pedido pelo presidente da Comissão de Saúde, Wolfgang Wodarg, foi adiado, esta segunda-feira, disse ao tvi24.pt fonte da delegação portuguesa no Conselho da Europa.

Empresa que vendeu vacinas a Portugal nega escândalo

A decisão da Assembleia Parlamentar deveu-se ao reconhecimento da urgência da situação no Haiti, pelo que será o debate «O que pode a Europa fazer pelo Haiti?» a prevalecer nesta sessão.

No entanto, segundo a mesma fonte, as audições sobre a «falsa pandemia» vão começar já esta terça-feira. Representantes da Organização Mundial de Saúde e da indústria farmacêutica, entre outros especialistas, serão ouvidos na Comissão de Saúde.

O debate de urgência estava marcado para dia 28 de Janeiro.

Recorde-se que a moção apresentada por Wolfgang Wodarg se referia à gripe A como «um dos maiores escândalos da medicina deste século», alegando que a indústria farmacêutica terá ganho cerca de cinco mil milhões de euros com esta pandemia.