O novo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, chegou esta segunda-feira a Chipre, na sua primeira visita oficial como chefe do Governo, com a qual inicia um périplo europeu, com visitas a Itália e França.

Tsipras foi recebido no aeroporto de Larnaca pelo ministro de Assuntos Exteriores, Ioannis Kassulidis, e posteriormente vai reunir-se, em Nicósia, com o presidente, Nikos Anastasiadis, um encontro bilateral que deverá terminar com uma conferência conjunta.

A reunião deverá estar centrada em temas bilaterais e europeus, assim como na postura dos governos em relação à Turquia.

O Chipre está dividido em duas partes desde 1974, data em que o norte foi invadido pelo exército turco, na sequência de um golpe de Estado dos cipriotas-gregos nacionalistas, que pretendiam integrar a ilha na Grécia.

Entre outras iniciativas, Tsipras tem previstos encontros com autoridades e organizações locais, e vai discursar no parlamento.

Na terça-feira, o primeiro-ministro grego vai visitar o campo onde estão sepultados os mortos durante a invasão turca em 1974, incluindo um elevado número de militares gregos, e o regimento grego destacado na ilha desde 1960, ano da independência de Chipre.