O líder dos Gregos Independentes, Panos Kammenos, anunciou que chegou a acordo com o Syriza para a formação de um novo governo. Alexis Tsipras vai tomar posse como primeiro-ministro às 14:00.

«A partir deste momento, há governo», afirmou Kammenos, à saída da sede do Syriza, após ter-se reunido com Tsipras.

«Os Gregos Independentes ofereceram o seu voto de confiança ao governo. Hoje, Alexis Tsipras visitará o presidente [Karolos Papoulias] e anunciará o governo. O objetivo é fazer com que os gregos avancem unidos para recuperarem a soberania nacional».


O encontro entre o líder do Syriza e o presidente grego está marcado para esta tarde, às 15:30 (13:30 em Lisboa). 

Tsipras também teria encontros agendados com o To Potami, que obteve 6,05% dos votos e 17 lugares no parlamento, e o Partido Comunista Grego (KKE), que conseguiu 5,47% dos votos e 15 deputados. No caso do KKE, os comunistas já avisaram que não pretendem formar um governo de coligação com o Syriza. 

O partido de Alexis Tsipras, que venceu as eleições deste domingo com 36,34% dos votos, não conseguiu a maioria absoluta por apenas dois deputados. Por isso, precisava de um acordo para formar governo.

Os Gregos Independentes são um partido dissidente da Nova Democracia, nacionalista e conservador, com poucos pontos em comum com o Syriza além da defesa do fim da intervenção da troika. 

Em conjunto, Syriza e Gregos Independentes vão ter 162 lugares num parlamento de 300.

Após tomar posse, o novo primeiro-ministro tem 15 dias para conquistar um voto de confiança do parlamento. Para isso, precisa de 151 deputados, o que fica assegurado com este acordo.