O novo governo da Grécia tomou posse, esta terça-feira, no palácio presidencial de Atenas, dois dias depois de ter vencido as eleições, e depois desta manhã terem sido apresentados os ministros que vão representar o novo Executivo.

Uma cerimónia feita em duas partes, já que a esmagadora maioria do Executivo, ministros e secretários de Estado, seguiu o exemplo do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, e abdicou da presença da igreja ortodoxa, no momento de jurar fidelidade à constituição.
 
Apenas nove elementos do governo optaram por ser empossados com a bênção do arcebispo de Atenas.

Tal como tinha prometido durante a campanha, Alexis Tsipras encurtou o número de ministérios do Governo de 18 para dez, dois deles transformados em «super-ministérios», devido ao número de pastas acumuladas.

Conheça os ministros logo abaixo: 

Primeiro-ministro: Alexis Tsipras.

Vice-primeiro-ministro: Yanis Dragasakis - deputado e economista, vai ficar encarregue da vice-presidência económica do Governo e das negociações com a troika.

                                         
                                                             (Yanis Dragasakis)

Porta-voz do Governo: Gabriel Sakellaridis.

Porta-voz do parlamento: Zoe Constantopoulou.

Ministro de Estado: Nikos Pappas.

Ministro das FinançasYanis Varoufakis - professor e economista, quer a reestruturação da dívida grega e combater a elevada pobreza criada pela crise.

                                       
                                                                  (Yanis Varoufakis)

Ministro da Defesa: Panos Kammenos - única pasta entregue a um membro do partido da coligação «Gregos Independentes».

                                      
                                                          (Panos Kammenos)

Ministro do Interior e Administração Pública: Nikos Voutsis.

Ministro da Produção, Energia e Ambiente:  Panayiotis Lafazanis (novo ministério).

Ministro dos Negócios Estrangeiros: Nikos Kotzias - ex-comunista e conselheiro de Papandreou até ao resgate financeiro da Grécia, em 2010.

                                      
                                                               (Nikos Kotzias) 

Ministro do Trabalho: Panos Skourletis.

Ministro da Economia, Infraestruturas, Marinha e Turismo: George Stathakis - novo «mega-ministério», com responsabilidades nas áreas do fomento, competitividade, marinha, mar Egeu, Turismo, infraestruturas, transportes e redes.

Ministro da Saúde: Panayiotis Kouroublis. 

Ministro da Justiça: Nikos Paraskevopoulos.

Ministro da Cultura: Educação e Assuntos Religiosos: Aristides Baltas. 

Primeira reunião do Governo é já esta quarta-feira.

Veja também: A agenda (preenchida) de Alexis Tsipras para o próximo mês (Infografia)