Manifestantes e polícia confrontaram-se esta quarta-feira em Atenas no final de um desfile antifascista em protesto contra o assassinato de um músico por um simpatizante neonazi, segundo a agência noticiosa AFP.

Grupos de manifestantes lançaram «cocktalis molotov» sobre a polícia de choque, que respondeu com disparos de gás lacrimogéneo, a algumas centenas de metros da sede do partido de extrema-direita Aurora Dourada.

Os manifestantes danificaram diversos estabelecimentos, incluindo um banco, quando a polícia bloqueou o acesso à sede do partido com camiões, estacionados nas ruas circundantes.

Antes, cerca de 10.000 pessoas, convocadas por associações e partidos de esquerda, incluindo o Partido Socialista (Pasok, que integra a coligação governamental) tinham-se manifestado sem incidentes nas ruas de Atenas.

O assassinato em 18 de setembro de Pavlos Fyssas, 34 anos, um «rapper» de extrema-esquerda, por um presumível membro do grupo neonazi, implicou uma série de ações das autoridades contra esta formação que elegeu 18 dos 300 deputados ao parlamento de Atenas nas legislativas de junho de 2012.

Na segunda-feira, o comando da polícia grega anunciou a demissão de dois generais da corporação, diretores regionais para o sul e o centro do país, enquanto prossegue um inquérito sobre as eventuais ligações, há muito denunciadas, entre membros das forças policiais e a Aurora Dourada.

A direção da polícia anunciou ainda que diversos quadros da polícia na ilha de Evia (norte de Atenas) foram suspensos por não terem ordenado uma investigação à sede local da formação de extrema-direita, situada perto da esquadra da polícia, e para onde terão sido enviadas diversas armas e munições.

Na semana passada os protestos contra o assassinato de Fyssas alastraram a diversas cidades do país e registaram-se confrontos entre a polícia e manifestantes.

A Aurora Dourada tem reforçado a sua influência no país num contexto de grave crise económica, baixa de salários, desemprego elevado e crescente descrédito dos partidos tradicionais, reporta a Lusa.