Anencefalia e microcefalia são, no entanto, situações diferentes. Débora Diniz está preparada para o combate, jurídico e moral. “Na anencefalia, os bebés não nascem vivos e assim escapávamos de um debate moral. Hoje, sabemos que a microcefalia típica é um mal incurável, irreversível, mas o bebé sobrevive", afirmou. "Portanto trata-se do aborto propriamente dito e isso enfrenta resistência."




Aedes aegypti

LEIA TAMBÉM

Zika: saiba mais sobre o vírus que está a assustar o mundo

"Nós vivemos uma situação de epidemia e não podemos ter um ministro que diz 'nós perdemos a guerra contra o mosquito'. Não, a guerra tem de ser ganha. Essa responsabilidade não é da mulher. Isso é negligência do Estado e gera uma responsabilidade do Estado", afirmou Débora Diniz à BBC.

O Brasil está a perder a Guerra contra o Zika












DGS diz a grávidas que o melhor “é não viajar”









“Eliminar riscos é não viajar”, sublinhou Francisco George.


zika@dgs.pt