Um avião da companhia canadiana Air Canada aterrou de emergência no domingo no aeroporto de Narita, em Tóquio, depois de uma passageira dar à luz a bordo, escreve esta segunda-feira o diário digital Japan Times.

O piloto do Boeing 767, que fazia a rota entre Calgary e Narita, decidiu realizar este procedimento pelas 12:50 (04:50 em Lisboa) de domingo quando a mulher estava prestes a dar à luz.

O avião encontrava-se a 565 quilómetros do aeroporto japonês e aterrou uma hora depois, segundo a publicação.

Os controladores de tráfego aéreo deram prioridade ao avião da Air Canada para aterrar, meia hora antes do previsto, no aeroporto Internacional de Narita. 

"Não podia imaginar. Aconteceu de forma completamente inesperada", afirma o companheiro da mulher, cujo nome ainda não foi revelado. 

Segundo o porta-voz da Air Canada, a mulher de 23 anos e a criança foram rapidamente transportadas para o hospital onde, apesar de estarem bem de saúde, permanecem sob observação. 

"É uma linda menina", afirma o pai da bebé. 

Ainda não se sabe informações sobre o tempo e o estado de gravidez da mulher, mas a companhia aérea informou que permite o voo de mulheres que enfrentem uma gravidez normal e com um período de gestação inferior à 36ª semana. 

"Toda a gente bateu palmas. É uma bebé fofinha com olhos grandes", contou uma passageira que seguia no voo.
 

Este não é um caso único. Já em março deste ano, um avião da Qatar Airways realizou uma aterragem de emergência no Canadá depois de uma mulher ter entrado em trabalho de parto.