A viúva de Nelson Mandela, Graça Machel, chorou, este sábado, ao receber a bandeira do Congresso Nacional Africano (ANC) que cobriu o caixão do seu marido durante a cerimónia fúnebre oficial, noticia a agência Efe.

Vestida de negro, Graça Machel teve de limpar, por várias vezes, as lágrimas, depois de receber a bandeira com as cores da África do Sul das mãos do Presidente sul-africano, Jacob Zuma.

Durante a cerimónia, Machel ouviu atenta os discursos, sentada na primeira fila, junto a Jacob Zuma e à ex-mulher do antigo Presidente sul-africano Winnie Madikizela-Mandela.

O funeral de Estado de Nelson Mandela será realizado no domingo em Qunu, no sul, onde o antigo Presidente sul-africano passou parte da sua infância, na presença de cerca de 5.000 pessoas, incluindo líderes internacionais.

Cerca de 100 mil sul-africanos prestaram homenagem a Nelson Mandela nos três dias em que o seu corpo esteve em câmara ardente na sede do Governo em Pretória.

Nelson Mandela morreu a 05 de dezembro em Joanesburgo, aos 95 anos.