O Governo e a oposição na Austrália acordaram hoje reduzir o objetivo sobre o uso de energias renováveis de 41.000 para 31.000 gigabytes por hora.

O ministro da Indústria australiano, Ian McFarlane, elogiou o que chamou de acordo “em princípio” para fixar o objetivo em 2020, e que até à data o Governo conservador, no poder desde setembro de 2013, tinha evitado estabelecer.

Inicialmente estava estabelecido que 20% de energia do país tinha de ser renovável em 2020, o que correspondia a cerca de 41.000 gigabytes por hora.