Gleydson Carvalho, jornalista de uma rádio brasileira, foi assassinado a tiro enquanto fazia a emissão de rádio em Camocim, Ceará, Brasil.

Segundo a Polícia Militar, citada pelo G1, afirma que dois homens chegaram ao estúdio e disseram à rececionista que queriam fazer um anúncio. De seguida, manietaram a mulher e entraram no estúdio, disparando sobre o radialista.

De acordo com testemunhas, à hora do crime a transmissão estava com programação musical. O radialista era conhecido por apresentar um programa que faz denúncias contra políticos da região e recebia ameaças de morte no Facebook.

Gleydson Carvalho foi socorrido de imediato, mas acabou por morrer a caminho do hospital. 

Os suspeitos encontram-se em fuga e a polícia está a investigar o caso.