O ex-presidente francês Valéry Giscard d'Estaing acredita que a França poderá «estar em risco de viver um situação como a da Grécia» e que deve «pedir a ajuda» do Fundo Monetário Internacional (FMI), numa entrevista hoje publicada no Figaro.

Aquele que foi chefe de Estado de França entre 1974 e 1981, propõe, com o apoio de Helmut Schmidt, chanceler alemão na mesma altura, formar em torno do euro um «conjunto homogéneo» de uma dúzia de países com as mesmas regras orçamentais e fiscais, à qual denominou «Europa».

«Apesar da dívida elevada, hoje estamos protegidos pelas taxas de juros muito baixas, mas isso é provisório», explicou Valéry Giscard d'Estaing.