Lucas Corazza, 30 anos, é um pasteleiro que vende hóstias doces desde os 15 anos. Agora, com a ida do Papa Francisco ao Brasil, decidiu inovar para receber as Jornadas Mundiais da Juventude: hóstias banhadas em chocolate ou recheadas com doce de ovos.

«Agora, com esta confusão de notícias e eventos relacionados com o Papa, estou a trabalhar para não dar doces repetidos», explicou ao «Folha de S. Paulo».

A última invenção foi o «ghóstia», ou seja, uma hóstia gourmet revestida de cacau com doce de leite e finalizado com pó dourado.

No que diz respeito ao contraste entre hóstias gourmet e a postura simples e modesta do Papa Francisco, Corazza afirma que o seu público «não é um público de baixo poder de consumo».

De qualquer modo, o Chef ressalva ainda que «os parâmetros de simplicidade são muito diferentes em diferentes lugares».

A maior parte dos produtos do Chef é usada em batizados, mas também há pedidos para casamentos e celebrações de primeira comunhão.