Andreas Lubitz, o piloto da Germanwings que terá provocado o acidente com o A320 nos Alpes franceses, comprou dois carros novos há poucas semanas, um deles para dar à namorada. De acordo com a revista alemã «Focus», os dois carros, dois Audis, foram comprados num stand nos arredores de Dusseldorf, perto do apartamento onde vivia com a namorada.

Um dos carros, avança a revista, foi entregue no ultimo fim de semana, apenas três dias antes da tragédia.
 
De acordo com a imprensa alemã, apesar do presente caro que Lubitz tinha comprado para a namorada, a relação estaria a atravessar uma fase complicada e o casal ter-se-ia mesmo separado. O facto está mesmo a ser encarado como um dos fatores que pode ter conduzido ao suicídio, acompanhado de homicídio, do copiloto de 28 anos.
 
Esta sexta-feira, soube-se que o copiloto Andreas Lubitz escondeu da entidade patronal que devia estar de baixa médica. A  revelação foi feita pelos procuradores alemães, depois das buscas realizadas às propriedades ligadas ao copiloto. 
 
As autoridades encontraram o documento médico rasgado.

LEIA MAIS:  GermanWings confirma que não recebeu baixa médica