O genro do Presidente angolano, Sindika Dokolo, desmentiu este sábado informações que davam José Eduardo dos Santos como doente e em tratamento em Espanha.

«Realmente, se houvesse um problema de saúde [com José Eduardo dos Santos], não estaria aqui, inclusive com a minha filha, a participar neste evento cultural», disse Sindika Dokolo, na sessão de abertura da VII Bienal internacional de São Tomé e Príncipe.

«Acho que é uma informação errada», explicou o marido de Isabel dos Santos, presidente da Unitel, empresa de telecomunicações angolana que vai começar a operar brevemente em são Tomé.

«O senhor presidente da República aproveitou o facto de ter fechado o dossier do Orçamento Geral do Estado para 2014, que foi um grande trabalho, para aproveitar alguns dias de férias na Europa», explicou Sindica Dokolo, angolano de origem congolesa.

O milionário acredita que o motivo da especulação sobre uma eventual doença do Presidente angolano se coloca pelo facto de ter consultado «um dentista».

«Aproveitou as suas férias para ver o dentista. Se calhar daí é que surgiu esse rumor, que não tem fundamento nenhum», acrescentou.

Sindika Dokolo salientou que «os angolanos estão habituados a esses mal entendidos ou problemas de comunicação entre "medias estrangeiras" e acho que, a nível da comunicação social angolana, a população já recebeu todas as explicações necessárias».

Em conversa com jornalistas, Sindica Dokolo acrescentou que «não foi fácil a primeira dama» convencer o chefe de Estado angolano «a tirar umas férias, mas acho que dentro em breve ele estará de volta».