Foi um breve encontro de irmãos. Deviam crescer juntos, brincar juntos e ter as suas brigas. Isso nunca vai acontecer. Hawk morreu esta quarta-feira. 

Há uma semana, este foi o pequeno gesto de um pequeno ser, e que não deixou o mundo indiferente a avaliar pela quantidade de partilhas, comentários e notícias feitas em redor do abraço que este bebé com poucos dias deu ao irmão gémeo.

 

 

Mason e Hawk tinham onze dias quando esta fotografia foi tirada. Os gémeos da Flórida, nos Estados Unidos, nasceram a 18 de agosto, mas Hawk teve de ficar internado devido a complicações.

Depois de tantos meses sempre juntos, a partilhar a barriga da mãe, tinham, afinal passado toda a sua vida exterior longe um do outro. Mas, Mason, assim que sentiu o irmão abraçou-o e expressou um sorriso.

Terá sido, quiçá, um “regresso” que este bebé sentiu, um momento que os pais não resistiram a partilhar no Facebook, numa página que criaram para dar notícias aos familiares e amigos sobre os gémeos. Mason não voltará a poder abraçar o irmão. 

O casal ainda revelou esperança na recuperação de Hawk, mas o bebé acabou por não resistir.

"Foi chamado para junto de Jesus", escreveram os pais.