O Governo israelita recusou a entrada no país aos membros da comissão da ONU que deve investigar as acusações de crimes de guerra na última ofensiva militar contra Gaza.

«Uma vez que a Comissão não é uma comissão investigadora, mas sim uma comissão que, a priori, já tirou as suas conclusões (…) decidimos não colaborar com ela», afirmou o Ministério dos Negócios Estrangeiros em comunicado difundido hoje.

O comunicado refere que o único objetivo da comissão é o de dar uma «aparência» de investigação «antes de publicar as suas conclusões».