Dois quadros dos pintores franceses Paul Gauguin e Pierre Bonnard, roubados em Londres na década de 1970, foram recuperados em Itália. As pinturas, com valor estimado de milhões de euros, foram recuperadas pela força policial italiana dedicada ao património.

Nesta quarta-feira serão dados mais pormenores sobre a recuperação dos quadros e a divisão policial pela «Proteção da Herança Cultural» divulgará uma aplicação para telemóveis e tablets que permitirá aos cidadãos «colaborar ativamente na busca por obras de arte roubadas».

Mariano Mossa, responsável pela polícia do património, disse em janeiro que «o dinheiro gerado pela venda ilegal de arte surge em quarto lugar a nível mundial, atrás do tráfico de armas, de drogas e a venda de produtos financeiros».

A Itália, diz a France Press, tem o maior banco de dados de arte roubada do mundo, com informação sobre 5.7 milhões de objetos.