As autoridades sanitárias da província chinesa de Fujian, no sudeste do país, confirmaram esta segunda-feira a primeira morte do ano de um paciente infetado com a gripe da aves H7N9, na cidade de Xiamen.

De acordo com a agência Xinhua, na mesma província estão outras quatro pessoas infetadas com a mesma estirpe do vírus, três das quais em estado grave enquanto a quarta pessoa estará livre de perigo.

Já em Guangdong, província que faz fronteira com Hong Kong e Macau, as autoridades sanitárias detetaram desde segunda-feira quatro novos casos da gripe das aves em humanos, dos quais três estão em estado grave.

As autoridades chinesas advertiram no início do mês que a temporada de maior incidência da gripe se verifica agora.

Em 2014 foram registados na China os primeiros contágios em humanos das três variantes do vírus da gripe das aves H10N8, H6N1, H7N9, sendo esta última a estirpe mais mortífera.