A operadora da central nuclear de Fukushima informou ter detetado elevados níveis de radiação num canal de escoamento que vai parar ao mar junto à unidade, o que significa que a água radioativa que vazou recentemente de um tanque tem chegado ao Pacífico.

Os técnicos da central detetaram 220 becqueréis por litro de substâncias radioativas em amostras recolhidas, na passada quarta-feira, num dos poços, localizado a 150 metros do oceano, deste sistema de drenagem.

O nível da radiação de estrôncio, césio e de outras substâncias que emitem raios beta era 12 vezes superior ao do das amostras recolhidas, no mesmo sítio, na véspera, detalhou a agência Kyodo.