A polícia religiosa de Riade, capital da Arábia Saudita, prendeu dois jovens que estavam na rua a oferecer «abraços grátis», por «incentivarem práticas exóticas».

Abdulrahman al-Khayyal e um amigo pretendiam seguir o exemplo de Bandr al-Swed, que publicou um vídeo no Youtube onde se vê o jovem a passear e a abraçar homens pelas ruas, com um letreiro que anuncia «abraços grátis».

O vídeo, que conta com mais 1.5 milhões de visualizações no Youtube, inspirou Abdulrahman a fazer o mesmo, mas o jovem de 21 anos e o seu amigo acabaram por ser presos.

Segundo o «Independent», a polícia religiosa local, membro do órgão da Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção do Vício, que pretende fazer cumprir os costumes islâmicos, fez os dois jovens assinarem um juramento onde declaram que não voltarão a repetir a ação.