O Presidente francês manteve esta sexta-feira um encontro informal em Estrasburgo, no noroeste de França, com a chanceler alemã e o presidente do Parlamento Europeu (PE) para procurar uma conciliação com o novo governo grego.

François Hollande, Angela Merkel e Martin Schulz marcaram um encontro, por iniciativa do presidente do PE, para as 18.30 locais (17:30 de Lisboa), num restaurante da capital da Alsácia para um encontro prolongado, sob a forma de jantar, no qual a crise grega e a vontade de Atenas de renegociar a dívida eram presença obrigatória.

A Presidência francesa insistiu que não está prevista qualquer comunicação no final da reunião, se bem que fontes presidenciais tenham avançado que Hollande vai receber na quarta-feira, em Paris, o novo chefe do governo grego, Alexis Tsipras.

Na segunda-feira, o ministro da Economia francês, Michel Sapin, e o das Finanças grego, Ianis Varufakis, vão-se reunir em Paris e emitir uma declaração conjunta no final do encontro.

Pouco depois de Tsipras ter sido empossado, Hollande convidou-o para ir a Paris para «favorecer as discussões e o diálogo, para que a Grécia regresse ao caminho da estabilidade e do crescimento».