O Governo da Venezuela impediu a descolagem de um avião da Air France e submeteu-o esta noite a uma inspeção «milimétrica», depois de ter sido avisado pelas autoridades francesas de uma ameaça de bomba por um grupo terrorista.

«Presume-se que seria colocado um explosivo num avião para detoná-lo em pleno voo Caracas-Paris ou Paris-Caracas», disse o ministro do Interior venezuelano, Miguel Rodríguez, por telefone à televisão estatal venezuelana.

Rodríguez precisou que os serviços secretos bolivarianos foram informados pelos «serviços secretos de unidades antiterroristas de França».